metas financeiras para 2023

Saiba como definir suas metas financeiras para 2023

Metas financeiras são o melhor caminho para se alcançar a tão sonhada independência financeira, quitar uma dívida, organizar o orçamento familiar, criar uma reserva de emergência ou qualquer outro objetivo que requer uma determinada quantia em dinheiro para sua concretização.

Com um novo ano começando, traçamos nossos desejos para o período que iniciará e a planejar as metas para 2023. É frequente as pessoas estabelecerem como resolução de ano novo viajar mais, começar uma dieta e melhorar a alimentação, e guardar dinheiro. Porém, em geral, o brasileiro dedica pouco ou nenhum tempo para compreender suas finanças, o que compromete a realização de qualquer meta financeira e investimento.

Para acabar com esse problema e ajudar as pessoas a alcançar suas metas, elaboramos esse artigo. Com informações concretas que te ajudarão a definir metas financeiras realizáveis para 2023. Então, comece simulando seu investimento aqui.

Boa leitura!

Metas financeiras, o que são?

Primeiramente, é importante estabelecer a diferença entre objetivo e meta. O objetivo é aquilo que se deseja alcançar, enquanto a meta é o processo, ou seja, as etapas que deverão ser percorridas para atingir o objetivo.

Assim, as metas financeiras são tarefas pré-estipuladas definidas com base no objetivo e renda atual, fixa e/ou variável. E envolvem organização, persistência e conhecimento financeiro, exigindo disciplina para poupar, investir e colher os resultados estipulados.

Metas financeiras de curto prazo

Executadas em um prazo de 1 a 2 anos, correspondem as metas de rápida realização. Apesar de também serem parte da etapa de um objetivo maior. Geralmente, as metas financeiras de curto prazo buscam atender uma questão urgente como, o pagamento de dívida ou a criação de uma reserva de emergência.

Metas financeiras de médio prazo

Quando de médio prazo, as metas financeiras devem ser concluídas entre 2 e 5 anos. Por conta disso, são destinadas à poupança mensal de determinado valor, visando um investimento financeiro específico como a reforma da casa, casamento, viagem, etc.

Metas financeiras de longo prazo

Levando mais de 5 anos para sua realização, as metas financeiras de longo prazo exigem um investimento financeiro maior. Motivo pelo qual, muitos optam por fragmentá-la em várias metas de curto ou médio prazo, como forma de manter-se motivado e engajado.

Metodologia SMART

Usado pela primeira vez em 1981 na edição de novembro da Management Review de George T. Doran, o termo SMART é um acrônimo para orientar a definição de metas inteligentes. Organizado a partir dos conceitos de Gerenciamento de Peter Drucker.

A metodologia SMART é aplicada em diferentes contextos e podemos usá-la com excelência para definir metas financeiras. Onde, cada letra corresponde a um critério essencial para se alcançar uma determinada meta:

  • S (Specific): Específico;
  • M (Measurable): Mensurável;
  • A (Achievable): Atingível;
  • R (Relevant): Relevante;
  • T (Time bound): Temporal.

Veremos a seguir com mais detalhes cada conceito.

Específico

Por específico, entende-se algo que é exclusivo. No caso de uma meta financeira, a especificidade requer determinar em que consiste a meta. Para isso, devemos responder:

  • A importância do objetivo;
  • O que a meta se propõe a alcançar;
  • Quais os recursos envolvidos.

Mensurável

Uma meta financeira precisa ter seu progresso acompanhado periodicamente. Por isso, um dos critérios que nos ajudam a definir se uma meta é realizável ou não, é se poderemos mensurar seu desenvolvimento. Tal ação serve como uma injeção de ânimo, nos mantendo motivados para prosseguir.

Atingível

Esse conceito fala sobre o quão realista é a meta. Quanto mais alcançável uma meta financeira for, melhor conseguimos identificar oportunidades e recursos que nos aproximam do objetivo. Assim, uma meta realizável responde a como atingir o objetivo.

Relevante

Um objetivo precisa ser importante para o sujeito e, ao mesmo tempo, consistente perante outros objetivos. Na prática, isso significa que sua meta financeira precisa ser razoável e considerar o momento atual, junto a todas as necessidades e esforços empreendidos atualmente nos diversos setores da vida.

Temporal

Determinar um prazo para a meta evita deslocar a concentração para outras atividades. Além disso, a data limite estabelece o período de tempo em que esforços serão empreendidos naquela área, ajudando a mensurar o progresso e definir quão alcançável é o objetivo.

Como definir suas metas financeiras de 2023?

As metas financeiras entram como ações concretas com prazos pré-definidos que, garantem o desenrolar do planejamento, até a concretização do objetivo. Na hora de defini-las, você deve considerar, suas prioridades financeiras, levando em conta os desejos pessoais e o momento financeiro atual. E os objetivos financeiros, que devem ser realistas e alcançáveis.

Com uma definição clara e específica, as metas financeiras podem ser definidas com base no passo a passo a seguir.

1. Planejamento financeiro

A partir do planejamento financeiro traçam-se as estratégias empreendidas para alcançar o objetivo, através das metas estipuladas. Enquanto primeiro passo para a definição das metas financeiras, o plano financeiro exige a observação mensal dos gastos e acompanhamento das finanças.

O planejamento financeiro começa com a organização das finanças. Com a ajuda de uma tabela ou mesmo um aplicativo específico, define-se o orçamento familiar e sua porção comprometida às despesas da casa como, água, luz, internet, telefone, etc. Também se foca em determinar os gastos variáveis, que inclui transporte, alimentação e lazer.

2. Controle dos gastos

Tendo todas as informações indicadas na planilha, o próximo passo para o planejamento financeiro é cortar os gastos supérfluos ou não utilizados nos últimos meses. Vale também conferir se um determinado serviço dispõe de um pacote mais em conta e que atenda às necessidades atuais da família.

Outro ponto importante para essa etapa é buscar meios de reduzir as contas, como, por exemplo, apagar as luzes do ambiente quando não houver ninguém nele, diminuir o tempo no banho, entre outras ações. A intenção é enxugar os gastos, sem afetar o bem-estar de todos.

3. Quitação das dívidas

Pouco adianta estabelecer um objetivo e definir as metas financeiras para alcançá-lo se seu nome não estiver limpo na praça. A fim de garantir a plena execução da estratégia financeira, é válido liquidar dívidas e pendências que possam existir. Priorize eliminar as dívidas com juros altos e negocie todas as pendências, conforme o orçamento atual.

4. Criação de uma reserva de emergência

Eventualidades acontecem e para não ter de recorrer a um empréstimo ou alterar o orçamento, contar com um dinheiro guardado permitirá lidar com os imprevistos. Por isso, a reserva de emergência é considerada tanto uma meta financeira quanto um objetivo.

Entrando como um tipo de gasto fixo na planilha de planejamento financeiro, a reserva de emergência deve corresponder a uma média de 6 a 12 meses das despesas mensais. Sendo imprescindível que o valor seja usado apenas em situações emergenciais.

5. Investimento

O último passo para definir suas metas financeiras é investir ao menos 15% da receita mensal. A tarefa é árdua e exige bastante disciplina, mas a partir dela, fará o dinheiro trabalhar para você, conforme suas economias rendem.

Existem diversos perfis de investidor, e uma vez definido qual é o seu, fica mais fácil saber quais ativos são indicados ou não para investir. Para isso, basta compreender qual a sua postura frente a situações de risco, assim consegue aferir sua volatilidade e encontrar uma área mais rentável de investimento.

Conquistando as metas financeiras definidas

Organizar e planejar suas metas financeiras é a parte mais fácil de todo o processo. A partir daqui será preciso muita disciplina para manter a estratégia e caminhar conforme o estipulado. Porém, isso não significa abrir mão dos momentos de lazer, e sim, definir prioridades que o ajudarão a manter o foco.

Separamos algumas dicas que te auxiliarão nesse processo.

Envolver toda a família nas metas financeiras

Para garantir o sucesso da meta, todos os envolvidos precisam compreender sua importância e objetivo. Esclareça aos membros da família, mesmo as crianças, as razões do planejamento financeiro e o passo a passo para sua concretização; o diálogo claro é ótimo para conquistar o comprometimento de todos.

Acompanhar o progresso

Cada meta tem um determinado tempo de execução e resultado almejado, para saber quanto tem progredido deve-se acompanhá-la de perto. Por meio do monitoramento da meta você saberá se tudo está caminhando conforme o planejado, podendo agir com antecedência caso algo não vá bem.

Revisar as metas

Por melhor e mais criterioso que tenha sido seu processo de definição das metas financeiras, situações imprevisíveis irão exigir certa flexibilidade nos planos. Daí que periodicamente é interessante revisar as metas e analisá-las conforme o momento atual, modificando-a caso seja preciso.

Definir suas metas financeiras para 2023 é o primeiro passo em direção a conquista do controle financeiro e, realização dos objetivos e resoluções de ano novo. A partir delas você será capaz de honrar com os compromissos assumidos e, ainda, reservar uma folga no orçamento. Isso tudo, sem abrir mão do conforto e da diversão.

Para tanto, crie metas realistas e específicas, que visem atingir um objetivo financeiro igualmente válido. Já que, as metas financeiras interferem diretamente no sucesso de toda a operação. E, lembre-se de que o progresso é gradual. Então, mantenha o foco, a motivação e não desista.

Facebook
Twitter
LinkedIn