opções de investimentos para empresas

Quais os melhores investimentos para sua empresa

Investimentos são marcos importantes da rotina financeira e servem tanto para pessoa física quanto para pessoa jurídica. Saiba quais são as melhores opções de investimentos para empresa.

Como podemos acompanhar o cenário econômico atual no Brasil, este fator se torna ainda mais importante em locais voláteis. Logo, escolher os melhores investimentos deve estar no topo da lista de coisas a fazer, para, assim, poder manter o poder de compra.

Desta forma, aquele dinheiro parado pode ser uma ótima forma de começar a investir, visto que também é possível criar uma poupança de emergência e até reservas para futuros projetos, como expandir ou modernizar a sua empresa.

Tais objetivos são pontos importantes e podem ser alcançados a partir dos investimentos.

Investimentos são marcos importantes da rotina financeira e servem tanto para pessoa física quanto para pessoa jurídica.

Como podemos acompanhar o cenário econômico atual no Brasil, este fator se torna ainda mais importante em locais voláteis. Logo, escolher os melhores investimentos deve estar no topo da lista de coisas a fazer, para, assim, poder manter o poder de compra.

Desta forma, aquele dinheiro parado pode ser uma ótima forma de começar a investir, visto que também é possível criar uma poupança de emergência e até reservas para futuros projetos, como expandir ou modernizar a sua empresa.

Tais objetivos são pontos importantes e podem ser alcançados a partir dos investimentos.

A Unique Investimentos tem as melhores soluções para empresas de todos os tamanhos e preparou esse artigo para você que é empresário e quer saber quais são os melhores investimentos para sua empresa.

Qual a importância dos investimento dentro de sua empresa?

No que se relaciona ao aumento dos preços das mercadorias, este ano tem sido um desafio para os consumidores. A inflação alcançou seu maior pico dentro de 19 anos e, se levarmos em consideração o mês de março, a maior inflação desde o lançamento do Plano Real, em 1994.

A questão é que a mesma inflação que atinge os consumidores também pode atingir os empresários. Isto ocorre porque as empresas precisam de estoque, produtos e matéria-prima para operar, materiais que também são atingidos pela alta dos preços.

Diante da situação inflacionária, é de extrema importância conseguir dar prioridade ao capital de giro para manutenção do poder de compra.

Conseguir manter as atividades em dia diante da alta de preços para compras de estoque é considerado fundamental.

Planejar um pedido de empréstimo pode ser uma boa saída, mas é necessário analisar com cuidado para não se endividar.

É importante ter em mente que, muitas vezes, os empresários optam por contratar um empréstimo não para fazer o negócio crescer e, sim, para auxiliar a empresa em algum momento crítico. Isto porque os empresários preferem os valores que faturam com as vendas.

Até porque, o objetivo de um empréstimo para pessoa jurídica não é endividar o contratante.

Se você não quiser optar por um empréstimo para sua empresa, investir o capital que está “parado” é um bom caminho a seguir, visto que é uma boa forma de proteger a empresa contra os danos da inflação.

Como faço para investir com capital da minha empresa?

Se o seu negócio está com reservas guardadas apenas esperando o momento mais oportuno de serem usadas, chegou a hora de pensar além da caixa e fazer um bom uso do dinheiro. Investir em outros meios que não estão relacionados a conta corrente é uma boa opção para fazer esse capital render.

Investir requer preparação

As regras para que uma pessoa jurídica invista o dinheiro de determinada empresa são bem semelhantes às regras às quais as pessoas físicas estão submetidas.

Primeiramente, busque o melhor e mais seguro investimento para fazer um aporte das suas reservas. Evite alocar seus recursos em investimentos com prazos de resgate muito longos ou que sejam duvidosos e coloquem em risco o patrimônio da sua empresa.

Busque uma corretora especializada

Se você já está decidido a investir, talvez seja a hora de procurar uma boa corretora para interpor suas negociações.

A depender do caso, é possível que os próprios bancos ofereçam títulos isentos de taxa de administração, aumentando as opções de investimento.

Tenha a documentação em mãos

Ao optar por contratar uma corretora você deve ter em mente que alguns documentos serão exigidos. A totalidade dos documentos necessários pode mudar dependendo da sua corretora, mas geralmente, os principais documentos pedidos são:

  1. DRE (Demonstração do Resultado do Exercício)
  2. Declaração de Faturamento anual mais recente
  3. Últimas alterações cadastrais
  4. Balanço Patrimonial

Acompanhe a economia

Estar familiarizado com as movimentações no setor econômico são essenciais para quem quer investir. Acompanhe regularmente o aumento da taxa Selic, bem como os indicadores de inflação e medidores de atividade econômica.

Esses indicadores são de grande ajuda na hora de escolher o investimento mais rentável e auxiliam seu planejamento empresarial, adequando-se ao atual momento da sua empresa.

Cuidado com tributos!

Os ganhos adquiridos por meio de aplicações também são submetidos a tributos que devem ser pagos pela pessoa jurídica responsável pelo investimento.

De forma regressiva, são descontados do resgate 22,5%, nos primeiros seis meses, referentes à alíquota do Imposto de Renda, a menor alíquota é alcançada após 2 anos.

Também há incidência de IOF para resgates realizados nos primeiros 30 dias de investimento.

Qual a diferença entre renda fixa e renda variável?

Entender a diferença entre renda fixa e renda variável é de muita importância para quem quer começar a investir.

Entenda, então, qual a diferença entre esses dois termos:

Renda fixa

Nome que se dá ao investimento onde o investidor pode ter uma previsão dos ganhos ao final da data de vencimento. Isto ocorre porque a taxa de juros é fixada conforme acordo realizado no momento da emissão do título.

Renda variável

Este tipo de investimento não é capaz de informar, no momento do aporte, qual será o rendimento final.

Investimentos na renda variável apresentam riscos para as empresas, pois podem, inclusive, perder dinheiro.

Quais são os melhores investimentos para minha empresa?

O ambiente econômico para as pessoas jurídicas que querem investir é menor do que as opções disponíveis para pessoa física. No entanto, há opções diversas nos campos de renda fixa a renda variável.

Certificado de Depósito Bancário

Também chamado de CDB, é conhecido por ser um investimento de alto nível de segurança, pois oferece proteção por meio do Fundo Garantidor de Créditos (FGC). Esta proteção garante que, em caso de falência ou quebras, a pessoa jurídica tem direito a receber até R$250 mil dos valores investidos.

É considerado um investimento popular pois apresenta uma gama diversa de produtos e serviços, sendo uma opção interessante para empresas. Além de prazos diferentes, também fornece rentabilidade e liquidez personalizáveis a cada perfil de empresa.

Estes recursos garantem maior economia para sua empresa na escolha de títulos que melhor se adequem a necessidade e ao caixa do seu negócio.

Uma boa opção para formar uma reserva de emergência são os investimentos com liquidez diária.

LCA e LCI

Significam Letra de Crédito do Agronegócio e Letra de Crédito Imobiliário, respectivamente.

São bem parecidas com o CDB, já que também contam com a proteção do FGC, além de manterem uma boa liquidez e serem de fácil aplicação.

Ao fazer investimentos pelo LCA e LCI, que fazem parte de setores bem específicos, você estará auxiliando a movimentação do setor e positivando um ciclo de mercado.

O LCA e LCI podem apresentar, também, três métodos de remuneração:

Atreladas a índice

O LCI é um bom exemplo deste tipo de título. Ele é capaz de remunerar o investidor de acordo com o índice de inflação (IPCA), acrescendo 4%, seguindo a média taxativa dos últimos anos.

Fora da teoria, isso significa que sua empresa teria direito a retorno financeiro de 4% acima da inflação.

Pré-fixada

Nesta modalidade, a taxa de juros já é definida no momento da emissão do título, isto significa que, se mantido até a data de vencimento, o rendimento está garantido.

Melhor momento para fazer aporte: quando os juros estão caindo, evidenciando um bom período econômico.

Pós-fixada

São levados em conta a taxa SELIC ou o Certificado de Depósito Interbancário (CDI).

Este tipo de título é indicado para momentos de aumento nas taxas de juros. É o investimento ideal para perfis conservadores que contam com liquidez diária. Um ponto positivo é que o valor não sofre grandes alterações se resgatado antes da data de vencimento.

Fundos de investimento

Os Fundos de Investimento são ótimas opções para os empresários que querem aplicar suas reservas empresariais.

No entanto, é necessário estar atento e ter cautela com esse tipo de investimento, visto que ele pode acarretar riscos para seu capital. Logo, se você estiver buscando meios seguros de investir com reserva de emergência, esta não é uma alternativa indicada.

Agora, se seu objetivo é abrir o leque de investimentos do seu negócio, este grupo de ativos é uma boa opção por conta da diversidade de possibilidades.

Os Fundos de Investimento tem todas as suas atividades reguladas pelo CVM (Comissão de Valores Mobiliários), o que fornece maior tranquilidade para que empresários façam investimentos.

Bolsa de Valores

Este é, sem muitos questionamentos, um dos melhores locais para se investir se seu objetivo é alta rentabilidade.

Além disso, a Bolsa de Valores é uma boa opção, também, para quem quer diversificar investimentos.

Apesar de seus benefícios, também é uma das opções mais instáveis, visto que pode acarretar muitos riscos ao patrimônio da sua empresa. Alto risco, alto retorno.

Investir naBolsa de Valores pode ser considerado um teste de paciência, isto porque é necessário tempo para se atingir resultados financeiros satisfatórios.

Se atender as necessidades da sua empresa, a Bolsa de Valores é uma boa opção, pois, no longo prazo, a tendência das ações é se valorizar.

Facebook
Twitter
LinkedIn